Google.org doa R$ 5,2 milhões à Amigos do Bem para distribuição de alimentos e água no sertão nordestino

Com o recurso, organização levará 638,6 toneladas de alimentos, além de colaborar para a distribuição de água à famílias em situação de vulnerabilidade nos estados de Alagoas, Pernambuco e Ceará

O Google.org, braço filantrópico do Google, doou R$ 5,2 milhões para a Amigos do Bem, organização sem fins lucrativos com atuação social no Nordeste do Brasil há 27 anos. Com o recurso, a ONG vai distribuir 42.575 cestas básicas a 8,5 mil famílias durante cinco meses em 140 povoados nos estados de Alagoas, Pernambuco e Ceará.

Além do alimento, por meio de um caminhão pipa, 50 povoados duramente impactados pela seca serão abastecidos com 3,8 milhões de litros de água potável ao longo de um ano. O objetivo é oferecer suporte às famílias do Sertão brasileiro, promovendo melhora na condição de vida e reduzindo a fome e a incidência de doenças, especialmente a Covid-19.

Como resultado direto da pandemia COVID-19, 19 milhões de pessoas vivem com fome no Brasil, segundo recente pesquisa nacional desenvolvida pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberana e Segurança Alimentar (PENSSAN). Desse total, 7,7 milhões de pessoas vivem no Nordeste do país, onde Amigos do Bem concentra a atuação.

A insegurança alimentar atinge mais de 70% da população local na região mais desigual do país. A pesquisa conclui que a fome voltou aos níveis drásticos comuns no início dos anos 2000, e constata, empiricamente, que, no Sertão brasileiro, a fome e a miséria não atingiam este grau de intensidade há mais de uma década. A grave realidade levou o Amigos do Bem a lançar um plano de ação emergencial para combater os efeitos do COVID-19 na região. Em 2020, mais de 1 milhão de pessoas em 300 povoados foram apoiadas, com cerca de 3 milhões de quilos de alimentos.

Além da epidemia de fome, a insegurança hídrica atingiu 40,2% do total de domicílios do Nordeste do Brasil, percentual quase 3 vezes superior ao do restante do país. Segundo pesquisa da Divisão Sanitária Nacional, o total de domicílios rurais com pessoas passando fome dobra quando não há disponibilidade de água para a manutenção dos cultivos de subsistência. Nas regiões onde a Amigos do Bem atua, 98% das comunidades relatam secas ao longo do ano e as condições climáticas agravam as condições de fome.

“O momento crítico pelo qual estamos passando demanda solidariedade com a população mais vulnerável. Desde o início da pandemia, o Google tem buscado formas de apoiar o trabalho de organizações como a Amigos do Bem, que ajudam os brasileiros a atravessar a atual crise e atender necessidades fundamentais como ter comida na mesa”, diz Fabio Coelho, presidente do Google Brasil.

“A situação de fome se agravou muito no sertão. A doação do Google chegou como esperança no momento mais difícil da história do nosso projeto e de milhares de pessoas do sertão nordestino, onde está o maior foco de pobreza do nosso País. Com essa ajuda, conseguiremos levar alimentos, água e oportunidades para quem mais precisa”, diz Alcione Albanesi, fundadora e presidente da Amigos do Bem.

Atenção

Você está prestes a sair do nosso site. Este link o levará para um site externo e estará sujeito aos termos de uso e políticas de privacidade desse site.

Deseja continuar?